fbpx
Hidrocefalia de Pressão Normal
1 de junho de 2015
Hidrocefalia
13 de junho de 2015

Hematoma Subdural Crônico

O Hematoma Subdural Crônico (HSDc), geralmente, se desenvolve em idosos após traumatismo craniano leve. Pessoas mais jovens também podem apresentar HSDc, especialmente se tiverem algum distúrbio de coagulação, convulsões ou abusarem de álcool.

Os sintomas costumam aparecer entre poucas semanas a 1 mês após o evento traumático e são eles: dor de cabeça, confusão, dificuldade de memória ou para falar, paralisias, crises convulsivas e sonolência excessiva. Não é necessário que todos os sintomas estejam presentes para suspeitar do diagnóstico, é muito frequente que haja apenas dor de cabeça, por exemplo. Em cerca de 20% dos casos, os HSDCs acontecem dos dois lados e o quadro clínico pode ser mais grave com alteração importante da consciência e até mesmo coma.

É importante que se pense nesse diagnóstico em pacientes idosos que comecem a apresentar depressão de rápida instalação, ou mesmo um quadro semelhante ao  Alzheimer, mesmo que não se identifique história de queda ou batida de cabeça. Pela fragilidade das veias dentro do crânio do idoso, uma “chacoalhada” imperceptível da cabeça pode levar a um hematoma subdural. O HSDC é uma das causas de demências curáveis!

Em casos de hematomas pequenos, especialmente se não houver sintomas, pode-se optar pela observação clínica e seguimento com imagens. Mas, geralmente, o tratamento do HSDC é cirúrgico. Existem diversas técnicas operatórias que podem ser utilizadas e como não há um consenso com relação a melhor delas, o ideal é a individualização de cada caso; as opções são: trepanações ou trepanação única, craniotomia, uso ou não de dreno subdural, anestesia geral ou sedação com anestesia local. O uso de anticonvulsivantes como prevenção de crises também é controverso e se realizado não deve ser mantido por mais de uma semana.

Doenças associadas que comprometam a coagulação do sangue devem ser resolvidas antes ou durante a cirurgia.

Fonte: Tratado de Clínica CirúrgicaTratado de Clínica MédicaNeurocirurgia Pediátrica – Fundamentos e Estratégias

Dr. Marcelo Amato - CRM: 116.579
Dr. Marcelo Amato - CRM: 116.579
Médico e Neurocirurgião pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP); Doutor em Neurocirurgia (Clínica Cirúrgica) pela Universidade de São Paulo (FMRP-USP), orientado pelo Prof. Dr. Benedicto Oscar Colli; Especialista em Neurocirurgia pela Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN) e pela Associação Médica Brasileira (AMB); Especialista em Cirurgia de Coluna pela Sociedade Brasileira de Coluna (SBC) e Associação Médica Brasileira (AMB); Linha de Pesquisa em Cirurgia Endoscópica da Coluna desde 2013 pela FMRP-USP com diversos artigos e livros publicados nacional e internacionalmente; elaboração de aulas e cursos nacionais e internacionais sobre Endoscopia de Coluna, e realização de consultorias em todo território nacional ; Neurocirurgião referência do Hospital de Força Aérea de São Paulo (HFASP); Diretor do Amato - Hospital Dia;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *