Infiltração na coluna – Bloqueios diagnósticos e terapêuticos
8 de junho de 2015
Hérnia de Disco Cervical – Tratamento Cirúrgico
18 de junho de 2015

A principal diferença entre a cirurgia com endoscópio e a cirurgia convencional é que na endoscopia, o cirurgião consegue enxergar através de uma câmera acoplada ao sistema e pode “olhar” para qualquer direção a partir do canal de trabalho, com toda a nitidez de um monitor Full-HD (alta qualidade) e com a luminosidade ideal controlada através de um foco de luz também acoplado ao sistema. Portanto, o uso do endoscópio, não está limitado apenas às indicações clássicas, como hérnia de disco, estenose de canal vertebral e estenose de forame intervertebral; o endoscópio pode ser utilizado em qualquer cirurgia que se deseje uma visão privilegiada de dentro de um orifício natural ou de um orifício criado pelo canal de trabalho.

A endoscopia é, portanto, uma técnica de mínima invasão e mínima agressividade, que permite visualizar o local exato da doença com um grande aumento através de monitores de alta definição (Full-HD).

 

Comparando com uma cirurgia clássica de hérnia de disco, as principais vantagens do uso do endoscópio são:

  • Realizado com anestesia local e sedação, não necessita de anestesia geral como a cirurgia tradicional;
  • Possibilidade de conversar com o paciente durante a cirurgia;
  • Não há limite de idade ou de condição física para ser operado; na cirurgia tradicional, por ser necessária a anestesia geral, muitos pacientes com outras doenças não podem ser operados;
  • Incisão menor na pele;
  • Separação das fibras musculares ao invés de descolamento do músculo do osso;
  • Procedimento mais rápido;
  • Sangramento mínimo;
  • Menos dor pós operatória e uma recuperação mais rápida;
  • O procedimento é ambulatorial e o paciente vai embora no mesmo dia da cirurgia;
  • Retorno mais rápido ao trabalho;
  • Baixa taxa de infecção;
  • Alto índice de sucesso, definido o êxito como retorno imediato às atividades diárias.

Durante o procedimento, geralmente é utilizado um aparelho de Laser ou de Radiofrequência, portanto muitos conhecem este procedimento como “cirurgia de hérnia de disco a laser”.

A endoscopia para cirurgia da coluna não é apenas um procedimento, mas sim uma técnica cirúrgica que, além das inúmeras vantagens, constitui uma maneira revolucionária de enxergar o problema. Assim como algumas décadas atrás o microscópio cirúrgico trouxe melhoria nos resultados operatórios e o endoscópio revolucionou a gastrocirurgia e neurocirurgia, esta técnica pode fazer o mesmo para a cirurgia de coluna quando bem utilizada. Apesar de já existir há bastante tempo, o seu uso demorou a se estabelecer devido a curva de aprendizado mais longa. Mas já está sendo utilizada corriqueiramente.

Não deixe de consultar nossa equipe para tirar todas suas dúvidas!

 

Leia mais em:

 

Referências:

Schmidek. Operative Neurosurgical Techniques. Saunders
Lewandrowski KU, Lee SH, Iprenburg M. Endoscopic Spinal Surgery. JP.
Khoo LT, Fessler RG. Microendoscopic Decompressive Laminotomy for the treatment of Lumbar Stenosis. Neurosurgery 2002.

Os comentários estão encerrados.

Como posso te ajudar?