fbpx
SÉRIE RELATOS | “A dor sumiu: após a cirurgia não senti mais nada”
23 de fevereiro de 2022

SÉRIE RELATOS | “Ficava deitada sem conseguir sentar. Hoje, já posso até viajar.”

Foram três anos buscando uma solução para as dores que vinha sentindo, a aposentada Veralucia, de 72 anos, frequentou inúmeras consultas e iniciou diversos tratamentos para uma dor que sentia na coluna lombar e não cessava. A situação se agravou em uma noite em que durante madrugada acordou com uma dor ainda mais forte. “Eram três horas da manhã e eu acordei minha filha gritando de dor. Pedi para que me levasse ao médico, porque não estava aguentando”, relembra.

A partir daí as dores se intensificaram. Veralucia relata que voltou para casa e ficou mais de 15 dias acamada, sem condições de sentar para se alimentar. Com fortes dores, relembra que evitava gritar de dor para não incomodar seus filhos, mas era assim que se sentia. “Coloquei um pano na boca para ninguém me ouvir gritar de dor”, assim define como se sentia. Dentro do período de uma semana, Veralucia foi para o pronto-socorro mais de cinco vezes, sempre de cadeira de rodas, porque não conseguia mais andar, e mesmo sentada, conta que sentia muita dor.

A aposentada desabafa que se consultou com diversos especialistas, que receitavam tratamentos mais conservadores como anti-inflamatórios, analgésicos e fisioterapia, todos sem sucesso. “Cheguei a fazer hidroginástica por três anos e nada”. A dor que acometia Veralucia estava localizada na coluna lombar e irradiava por toda perna, somada a sensação de adormecimento e cansaço. Desanimada pelas tentativas e sem um diagnóstico preciso, ela passou a buscar soluções momentâneas para aliviar “o seu tormento”.

Aflitos, os filhos de Veralucia buscavam na internet algo que desse uma resposta e levasse a uma possível cura para a mãe. Nessas pesquisas encontraram o neurocirurgião Dr. Marcelo Amato e entraram em contato para marcar uma consulta.

O diagnóstico e a cirurgia endoscópica

Pelo quadro em que se encontrava, seu primeiro atendimento com o médico foi via teleconsulta. “Ele me fez perguntas, pediu que eu fizesse alguns movimentos e solicitou alguns exames para identificar a causa da dor”. Logo, a aposentada foi diagnosticada com uma hérnia de disco lombar, com compressão das raízes nervosas, localizada entre as vértebras L2 e L3. Para o alívio das dores, o especialista indicou a cirurgia endoscópica da coluna. Assim, poderia remover o disco herniado e analisar melhor o que acontecia dentro das estruturas neurológicas de sua paciente.

Depois do procedimento realizado no Amato Hospital Dia, Veralucia comenta que não sentiu mais dores e que já está voltando a fazer suas atividades normais aos poucos. Inclusive, planos para o seu lazer. “O Dr. Marcelo me liberou e agora posso viajar”,  completa ela animada sobre seus planos de ir à Bahia.

 

Da redação

* Veralucia Alves da Silva, é aposentada e moradora da Zona Sul da capital Paulista. Relato colhido em março de 2022.

_____

“Relatos” é uma série de entrevistas onde pacientes compartilham sua experiência sobre patologias da coluna, desde a descoberta até a solução. O objetivo é criar uma rede de apoio humanizada e informativa para auxiliar aos que se identificam e se encontram nas mesmas condições, para que possam ter esperança e buscar ajuda especializada.

Por Redação
Por Redação
Dr. Marcelo Amato - CRM: 116.579 Médico e Neurocirurgião pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP); Doutor em Neurocirurgia (Clínica Cirúrgica) pela Universidade de São Paulo (FMRP-USP), orientado pelo Prof. Dr. Benedicto Oscar Colli; Especialista em Neurocirurgia pela Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN) e pela Associação Médica Brasileira (AMB); Especialista em Cirurgia de Coluna pela Sociedade Brasileira de Coluna (SBC) e Associação Médica Brasileira (AMB); Linha de Pesquisa em Cirurgia Endoscópica da Coluna desde 2013 pela FMRP-USP com diversos artigos e livros publicados nacional e internacionalmente; elaboração de aulas e cursos nacionais e internacionais sobre Endoscopia de Coluna, e realização de consultorias em todo território nacional; Neurocirurgião referência do Hospital de Força Aérea de São Paulo (HFASP); Diretor do Amato - Hospital Dia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.